STYLE GUIDE - Diretrizes da Marca UNASP | Evolução do Logo
1136
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-1136,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2,vc_responsive

Evolução do Logo

Veja como a marca evoluiu com o passar dos anos

O que antes foi chamado de Colégio Missionário da União Conferência Brasileira dos Adventistas do Sétimo Dia (Brazilian Training School), data que remonta 1915 quando uma professora e seis alunos formavam o Ensino Adventista, hoje a marca UNASP é uma unidade de Ensino Superior quadricampi, sendo um deles o de Ensino à Distância (EaD). Para cada época, uma logomarca, uma mensagem do que o Unasp representava e queria transmitir a seu público. Conheça um pouco da nossa história, das letras simples e diretas até a tipografia moderna, leve e que representa o movimento de crescimento.

1915 – Pioneiro na Educação

Fundado o Colégio Missionário da União Conferência Brasileira no bairro do Capão Redondo, ainda pertencente ao município de Santo Amaro, em São Paulo. Na época, não havia qualquer identificação visual na unidade escolar, o local era caracterizado como uma casa improvisada onde aconteciam as aulas. Com poucas escolas adventistas no país, o Colégio Missionário era um dos poucos representantes da rede no Brasil.

1918 – Educação Teológica

É inaugurado o Seminário Adventista Teológico, também sem qualquer identificação gráfica, o local era referência na formação acadêmica dos jovens que queriam se tornar pastores da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Além dos cursos complementares (ensino básico), foi instituído o curso superior de Língua Portuguesa com o ensino de Inglês, sendo opcional os cursos de Alemão e Francês.

Década de 20 e 30 – Estruturação

Também sem qualquer caracterização, o Colégio estrutura sua base para oferecer as turmas da Escola Normal e Ginásio (Ensino Fundamental e Médio). Sua grafia era da seguinte forma: Collegio Adventista.

1942 – Nacionalização

O antigo Colégio Missionário passa a se chamar Colégio Adventista Brasileiro (CAB) com o primeiro logotipo propriamente dito. Na época, por pressão do Governo, que estava em clima nacionalista devido a II Guerra Mundial, a grafia da logo representava algo que remetesse ao das universidades e aos símbolos nacionais. Os logos do CAB foram mudando com as décadas sequentes.

1962 – Mudança

O Colégio Adventista Brasileiro se tornou o Instituto Adventista de Ensino (IAE) com logomarca própria que transmitia a mensagem da uma instituição que agora iria oferecer Ensino Superior. O IAE era a única instituição de Ensino da Igreja Adventista com graduação. Nas duas próximas décadas surgem a Faculdade de Enfermagem, Educação, Letras e Ciências.

1985 – Duas marcas

Com a criação do Instituto Adventista de Ensino em Engenheiro Coelho, conhecido como novo IAE, cada campi usava uma logomarca diferente. A novo logo do campus do interior transmitia a mensagem de que o estudo tinha uma ligação direta com a mensagem bíblica, representada por meio da cruz.

1999 – Agora é oficial

Surge oficialmente o Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) com sede em Engenheiro Coelho. A instituição bicampi une São Paulo e Engenheiro Coelho na mesma unidade escolar de Ensino Superior. Tendo como primeiro reitor o pastor Nevil Gorski, a logomarca do Unasp buscava apresentar o Centro Universitário como uma unidade da Igreja Adventista do Sétimo Dia. No logo, inclusive, se extingue o nome São Paulo, pois era plano da organização que o Unasp fosse conhecido como uma escola do Brasil.

2006 – Logo Unasp

Com a criação da Reitoria do Unasp e a unificação dos campi São Paulo, Engenheiro Coelho e Hortolândia, cria-se também uma logomarca totalmente diferente das até então propostas. Com cores e tipografia marcante, o UNASP como uma Instituição Universitária de Ensino Superior transmite a mensagem de unidade, solidificação do ramo universitário no mercado profissional e o reconhecimento da própria Igreja Adventista (mantenedora) como primeiro Centro Universitário do país.

2017 – Modernização

Uma marca Unasp mais moderna, a qual representa o novo momento para a instituição que agora entra no mercado do Ensino à Distância (EaD), abre novos cursos, Unidades Descentralizadas de Ensino em São Paulo, consolida a pesquisa e a extensão além dos mestrados profissionais. O Unasp se prepara para se tornar uma Universidade. O ano de 2017 também marca uma nova administração da Reitoria e de um moderno prédio que abriga o quarto campus (EaD), o administrativo da Reitoria e a Chancelaria.

 Timeline:

1923

Estruturação

o Colégio estrutura sua base para oferecer as turmas da Escola Normal e Ginásio (Ensino Fundamental e Médio). Sua grafia era da seguinte forma: Collegio Adventista.

1942

Nacionalização

Fundado o Colégio Adventista Brasileiro (CAB) com status de Escola Normal. Na época já se oferecia o Seminário Teológico, Ginásio e Ensino Primário.

1961

Mudança

Surge o Instituto Adventista de Ensino (IAE) local onde se abrigaria as diversas faculdade (Enfermagem, Educação, Letras e Ciências, sendo as primeiras), o precursor do Unasp enquanto unidade de Ensino Superior.

1985

Duas marcas

Surge o segundo campi universitário, este em Engenheiro Coelho, conhecido como novo IAE. Os cursos foram divididos, ficando as áreas de Saúde e Engenharia na capital e Licenciaturas e Comunicação no interior.

1999

Agora é oficial

Publicado no Diário Oficial da União que o Centro Universitário Adventista de São Paulo seria chamado de Unasp. Primeira logo propriamente dita é surgida e representa a unidade com a organização adventista.

2006

Logo Unasp

A logomarca como conhecemos hoje é criada, representando a presença do Ensino Superior e o avanço na área do Ensino, Pesquisa e Extensão.

2017

Modernização

Uma nova identificação visual marca a abertura da oferta de vagas da Graduação e Pós-Graduação no Ensino à Distância.